Valete de Copas A história de Sigiriya, no Sri Lanka - Valete de Copas
travel-one

A história de Sigiriya, no Sri Lanka

Um local que é património da UNESCO e conta com um passado digno de Guerra dos Tronos.

Conta a história que Sigiriya (na província de Matale), antiga capital do Sri Lanka, foi construída em 477-495 a.C., durante o reinado do Rei Kassyapa. Ora, este rei não estava na linha de sucessão, porque era filho bastardo do rei, mas decidiu matar o pai para ficar com o trono. Não vos faz lembrar uma história de Game of Thrones?

Com medo que o meio-irmão, e herdeiro do trono por direito, viesse recuperar o seu lugar, fez de uma rocha em Sigiriya (A Rocha do Leão) a sua fortaleza. É Património da UNESCO e fica a 370 metros de altura. São alguns degraus (750 para ser mais precisa) para chegar lá acima, mas vale muito a pena. O calor e humidade não ajudam na subida, por isso, o melhor conselho que posso dar é: vão cedo. Primeiro, porque não está tanto calor, segundo porque há muito menos pessoas!

Cá em baixo consegue ver-se ainda o que eram os cursos de água e fontes, rodeados de jardins e mostrando o avanço da estrutura, já na altura. Os jardins de Sigiriya são os mais antigos e históricos do Sri Lanka.



 

A fortaleza, que se consegue ver ao longe, teria sido construída com a forma de uma leão deitado, tanto que ainda tem as suas patas gigantes bem visíveis (foi o que restou) junto da escadaria que o vai levar ao topo. E é lá em cima que tem a vista sobre todo o verde em redor de Sigiriya.

Se for com o guia ele poderá dizer-lhe onde ficariam os aposentos do rei, vários quartos, salas de diversão, o local com o seu trono e ainda ver com atenção as pinturas que sobreviveram a séculos e séculos. Nas paredes do muro, a meio da subida da rocha, também se conseguem ver inscrições antigas.



Aprofundando mais o conhecimento de toda a Sigiriya, vá lendo as informações que aparecem em certos pontos – incluindo de salas (de audiências) que se vão encontrando no sopé da rocha.

Infelizmente para Kassyapa o local não durou muito tempo, tal como foi construído. Em 495 d.C., o meio-irmão voltou para recuperar o seu trono de direito e, depois de várias guerras, Moggallana vence e mata o Kassyapa, mudando a sede do reino para Anuradapura. Sigiriya acabou por ser casa de monges budistas que aqui viveram até ao século XIV. O que é mais curioso? Este sítio arqueológico só foi descoberto em 1831, por um major britânico e em 1907, mas somente em 1982 o governo começou a trabalhá-lo como local turístico.






Imagens © Viaje Comigo

Mais sobre a viagem ao Sri Lanka, no Viaje Comigo.

Susana Ribeiro

Sou a Susana e as viagens são a minha vida. Criei o Viaje Comigo (www.viajecomigo.com) para partilhar, com todos, dicas, guias e sugestões de viagens, por Portugal e pelo mundo fora. Também aqui, no Valete de Copas, vou deixar muitas propostas para que tenham sempre ideias para passear. Vamos viajar?

0 Comentários

    Dê a sua cartada.

Deixe-nos o seu comentário

Faça login no topo da página para comentar.