Valete de Copas Boas escolhas para alternar cenários de corrida - Valete de Copas
travel-one

Boas escolhas para alternar cenários de corrida

Se está pelo Porto, estes são alguns locais diferentes que pode aproveitar para as suas corridas e caminhadas.

Por vezes deparamo-nos com a repetição de cenários de corrida. A variação dos mesmos poderá ser benéfica para... o corpo e para a alma! Habitualmente, costumo correr em circuito urbano, o que acarreta algumas limitações: pisos, trânsito e paragens forçadas (ou redução do ritmo). Para variar e fugir a estas limitações, aconselhamos, na região Norte, alguns locais que, de acordo com o tipo e quantidade de treino são boas escolhas.

Percurso 1: Da rotunda do Freixo (Porto) a Matosinhos (ou percursos intermédios)

Aproximadamente 13 quilómetros em terreno plano, com uma vista agradável do rio Douro e do mar, passando pelo centro histórico da Invicta. Postos de água com regularidade e a funcionarem. Por vezes, encontramos atletas de renome a treinarem por estes lados. Consoante a distância a percorrer, poderão haver variações dentro deste percurso.

Percurso 2: Da rotunda do Freixo (Porto) a Espinho (ou percursos intermédios)

É uma distância com cerca de 24 quilómetros, plana e sempre com o mar à vista, com passagens pelo centro histórico do Porto, pela Afurada e pelas bonitas praias de Vila Nova de Gaia. Poderemos variar o tipo de piso, aproveitando o passadiço de madeira existente nas praias de Vila Nova de Gaia. Tal como na sugestão anterior, consoante a distância a percorrer, o percurso poderá variações.

Percurso 3: De Leça da Palmeira (Praia do Aterro) até Matosinhos (via ponte elevatória)

São aproximadamente 5 quilómetros, acompanhados sempre pelo mar, passando por uma zona de cariz fortemente piscatório, com cheiro intenso a peixe! Bónus de passagem pela ponte elevatória, sobre o Porto de Leixões.

Percurso 4: Avenida da Boavista (Porto)

Um distância próxima dos 5 quilómetros, sendo que o percurso Praça Mouzinho de Albuquerque (Rotunda da Boavista) para o Forte de São Francisco Xavier (Castelo do Queijo) é a descer. Caso vá até lá de carro, é mais fácil estacionar junto ao Castelo do Queijo; caso opte pelos transportes públicos, há maior facilidade em começar na Rotunda da Boavista.

Percurso 5: Correr nos parques

Parque da Cidade do Porto (entre os parques referidos, é o que tem um perímetro maior. Poderemos correr, dentro da cidade, com o cheiro a natureza! Possibilita inúmeras variações, pelos inúmeros percursos existentes, possibilitando, caso pretendamos, sair do Parque junto ao mar e continuar o treino para norte ou para sul, junto ao mar).

Parque da Pasteleira - Porto (percurso relativamente curto, podendo optar por sair do parque e subir a Rua do Campo Alegre, em direção à Praça da Galiza, ou descer a rua Diogo Botelho em direção à Praça do Império ou descer em direção ao Fluvial, para o Passeio Alegre).

Parque da Lavandeira - Vila Nova de Gaia (percurso de pequena distância, sendo uma boa solução para um treino intervalado ou de força, existindo um circuito de manutenção, em bom estado de conservação).

Parque de Santa Maria de Avioso - Maia (percurso relativamente curto, sendo uma boa solução para um treino intervalado/fartlek).

Em breve, iremos testar novos circuitos “mais” urbanos e partilharemos! Boas corridas!

Abílio Cardoso Teixeira

Marido. Pai. Amigo. (Também) profissional de saúde e corredor amador. Curioso. Máxima profissional: tudo tem uma explicação. Máxima de vida: tudo tem uma explicação!

0 Comentários

    Dê a sua cartada.

Deixe-nos o seu comentário

Faça login no topo da página para comentar.