Valete de Copas Comer uma mariscada sem esvaziar a carteira - Valete de Copas
travel-one

Comer uma mariscada sem esvaziar a carteira

Tem fama de ser caro, mas há sítios onde se pode poupar e degustar bom marisco.

Esqueça as preocupações com o colesterol e com a frescura: se visitar os sítios certos, vai ver que mesmo no verão, o marisco é uma escolha ideal para os dias de calor que aí vêm. Aproveite as proteínas e os baixos níveis de gordura para acrescentar mais marisco à sua dieta de verão e veja os melhores sítios para comer muito e bom marisco sem ter de assaltar um banco.

BAÍA DO PEIXE
No coração de Cascais, onde não se esperaria encontrar uma marisqueira amiga da carteira, pode encontrar um autêntico diamante em bruto: a Baía do Peixe. O rodízio de marisco é extremamente generoso e por 22,60 euros por pessoa, recebe uma travessa digna de um rei: percebes, ostras, mexilhão, gambas ao natural e ao alho, sapateira, búzios e amêijoas. E não se preocupe, se no fim ainda quiser repetir, pode pedir mais sem aumentar a fatura.

EDMUNDO
No Edmundo, a escolha é muita e os preços são bem mais baixos do que na maior parte das marisqueiras mais perto do centro de Lisboa. Pode não parecer barato, mas experimentar uma lagosta fresca do tanque por menos de 70 euros/kg quando pode pagar até 130 euros noutros sítios de Lisboa é um excelente negócio. O generoso arroz de marisco com lagosta para duas pessoas (42 euros) é também uma excelente escolha.

MARISCO NA PRAÇA
Aqui, controla tudo o que gasta. A ementa é praticamente inexistente: o desafio é escolher os mariscos frescos da banca nas quantidades que quiser, e pedir para confecionar da forma que desejar. Se escolher ficar no restaurante em vez de levar para casa pode aumentar a fatura com mais pedidos, mas não se esqueça que só se pode culpar a si próprio.



GAMBAMAR
Podíamos falar do arroz de tamboril, do misto premium ou dos espelhos de marisco, mas se tiver oportunidade de visitar o Gambamar, mantenha os olhos no verdadeiro alvo: o rodízio de marisco. Por 19,90 euros por pessoa, tem direito a um creme de marisco, um prato de tapas... de marisco e uma travessa de marisco que inclui gambas, percebes, sapateira recheada, mexilhões e búzios. E quase nos esquecíamos: o arroz de marisco para duas pessoas também está incluído.



PRAZERES DA RIA FORMOSA
Sem pretensões, o Prazeres é um restaurante português de velha guarda com um segredo simples para o sucesso: o peixe fresco do mercado, situado do outro lado da rua. As conquilhas (10 euros a dose), o lingueirão (10 euros a dose), as ostras (1 euro por unidade), a mariscada familiar (39 euros) e os diferentes tipos de arroz de marisco são os grandes destaques de uma ementa onde é difícil fugir à frescura da Ria Formosa.



CATAPLANA'S PLACE
A diferença é a palavra de ordem no Cataplana's Place, onde as famosas panelas com o mesmo nome são naturalmente o utensílio mais utilizado. Além das cataplanas de marisco, bacalhau, de peixe e marisco, de marisco e carne, e de marisco e tamboril, é também de destacar o clássico arroz de marisco ou de tamboril. Qualquer das escolhas dá para duas pessoas e os preços ficam entre os 20 e 25 euros, sem exceção.

Créditos Fotos: Baía do Peixe, Edmundo, Marisco na Praça, Gambamar, Prazeres da Ria Formosa e Cataplana's Place.

A. M.

Um amante incondicional de comida (desde que seja boa) e de várias tecnologias. Comer, beber e jogar são os três bens essenciais para viver, com algumas viagens pelo meio. Nos tempos livres, gosto também de dar asas à minha paixão pelas duas e quatro rodas.

0 Comentários

    Dê a sua cartada.

Deixe-nos o seu comentário

Faça login no topo da página para comentar.