Valete de Copas Il Fornaio 178: bem mais do que uma pizzaria - Valete de Copas
travel-one

Il Fornaio 178: bem mais do que uma pizzaria

Um bello italiano de destaque, a marcar posição na invicta fora dos circuitos habituais.

A visita ao Il Fornaio tinha a declarada intenção de apreciar um dos restaurantes italianos com mais destaque no Porto da atualidade. Sendo assumidamente apaixonada por esta gastronomia, não são poucos os lamentos que de italiano alguns espaços só têm mesmo a denominação. A riqueza desta cozinha precisa de valorização à altura do que genuinamente representa. 

Aqui, queria e esperava provar a verdadeira pizza napolitana, produzida no forno especial onde as massas cozem sobre pedra vulcânica, que é imagem de marca do restaurante. Localizado na zona do Bessa, adjacente à Boavista e fora dos circuitos mais turísticos e preenchidos, o sítio é muito bom, à exceção do estacionamento. Este, muito complicado.

É, logo à partida, demasiado fácil deixarmo-nos encantar pelo espaço. Super acolhedor, bem elegante e moderno, com uma decoração repleta de apontamentos de destaque, como a bela oliveira que surge entre as mesas. Definitivamente, um espaço onde apetece entrar e ficar. 

O atencioso atendimento é outro ponto que rapidamente se manifesta. Desde a receção ao serviço de mesa, do início ao fim da refeição, a descontraída simpatia e cuidado com o cliente prevalecem.

O menu semanal de almoço apresenta-se vasto e interessante. A escolha é possível entre duas entradas e três pratos principais - pasta, risotto ou pizza - incluindo ainda sobremesa do dia e café, pelo simpático valor de 10€ por pessoa.

Para iniciar vieram um creme de legumes e tapenade. Do primeiro, nada a destacar. Estava bom. Já do patê de azeitonas, tomate seco e anchovas só posso dizer que facilmente vicia. Considero mesmo dos melhores já provados, com um incrível equilíbrio de sabor.

Como complemente, pedimos, da diversificada lista, croquetes de batata, mozzarella, hortelã e maionese de limão. Textura perfeita e bem cremosa que ainda consegue melhorar quando envolvida na delicioso molho. 

O risotto di gamberetti, com excelente aspeto, mostrava-se também muito saboroso, mas a pecar um pouco pela falta de alguma cremosidade. A pizza, quattro formaggi, agradou. Porém, talvez por levar elevadas expetativas, esperava outra leveza da massa. É fôfa mas, pessoalmente, senti-a algo massuda. Do recheio, 4 queijos, não podia esperar mais, pois estava perfeitamente equilibrado e repleto de sabor. Excelente mistura de queijos e muita rúcula a rematar. 

Balanceando os dois componentes, assumo que deu grande prazer saborear esta iguaria, ainda que não tenha conseguido comer até ao fim.

A refeição foi finalizada com gelado de bolacha coberto por chocolate quente. Ótimo, a fechar muito bem um almoço que, numa análise geral, foi muito bom e deixou aquela vontade essencial de regressar.

Urge conhecer o Il Fornaio ao jantar. A lista é extensa e bem aliciante para apreciadores da natureza gastronómica italiana. Antipasti com a capacidade de nos deixar a babar apenas pela leitura da ementa. Pelo meio, pastas, risottos e pizzas que prometem. Para terminar, sobremesas mais clássicas, que nos deixam a imaginar por onde se destacarão.

Bem mais do que uma pizzaria, mostra-se uma boa e recomendada surpresa.

Ás: O espaço, o atendimento e as entradas.

Duque: Massa da pizza algo massuda.


Mais informações:
Il Fornaio 178
Rua François Guichard, 178
4100-012 Porto
Contacto: 22 012 4175
Página do Facebook: Il Fornaio 178
Site: http://www.ilfornaio178.pt/

 

Susana Ferreira

Coração de foodie alimentado por uma imensa curiosidade. O meu! Não consigo ver no ato de comer a satisfação de uma mera necessidade fisiológica, mas antes um dos mais essenciais momentos de felicidade. Detesto comer mal mas não sou esquisita, e perco-me por comida autêntica e bonita, que prefiro cozinhar para os outros. Dos lugares, volto sempre aos que me surpreendem e alimentam também a alma. Dos momentos, desfolhar um livro de comida, conhecer um ingrediente novo ou encantar-me por sabores de outras paragens, é quanto basta para serem felizes. Cozinhar, Comer, Viajar, Aprender e Partilhar são os verbos que me preenchem. Assim como Barcelona, queijos, fruta, alta pastelaria, bom sushi e genuínos sabores italianos.

0 Comentários

    Dê a sua cartada.

Deixe-nos o seu comentário

Faça login no topo da página para comentar.