Valete de Copas Inovações que vamos poder conhecer em 2018 - Valete de Copas
travel-one

Inovações que vamos poder conhecer em 2018

Um drone do tamanho de uma bola de ténis, uma mala que anda sozinha e até um telemóvel que também é PC.

A tecnologia tem evoluído de forma rápida e cheia de criatividade. As inovações sucedem-se dia após dia e encontramos soluções para quase tudo. E nem sempre é fácil acompanhar os novos produtos que estão a ser desenvolvidos no mercado. Desde um smartphone que também é um PC até uma mala de viagem que se transporta sozinha, são várias as hipóteses que podemos conhecer. Descubra alguns produtos tecnológicos que vão chegar durante este ano.

Gemini PDA

  

Muitas pessoas utilizam apenas o telemóvel como dispositivo único de trabalho e de navegação na internet. A pensar neste público, uma empresa inglesa decidiu criar o Gemini PDA, um telemóvel com teclado de computador embutido. A Planet Computers arrancou com uma campanha de crowdfunding no site IndieGogo e já conseguiu arrecadar um financiamento 1,8 milhões de dólares, valor que supera em 284% a inicial meta financeira.

O Gemini PDA deverá começar a ser comercializado em março deste ano e os preços arrancam nos 399 dólares (há versões mais caras). A grande diferença do smartphone está mesmo no seu teclado, muito idêntico ao de um PC, tendo mesmo teclas como “Shift”, “Tab” e “Ctrl” que não costumam ser usados em equipamentos mobile.

O telemóvel virá com sistema operativo Android, mas possui opção de dual boot com Linux, sendo uma ótima ferramenta para programadores. Com um design diferenciado, o equipamento tem uma tela de 5,99 polegadas Full HD, 4 GB de RAM, 64 GB de memória interna e bateria com autonomia de 12 horas de conversação ou 2 semanas em standby. A versão base traz uma câmara frontal de 5 MP e será possível adquirir, à parte, alguns upgrades como câmara traseira, cabo hdmi ou capa, entre outros.

  


Nintendo Labo

  

A Nintendo deu recentemente a conhecer um novo tipo de acessórios em cartão para a sua consola Switch. Esta nova linha de produtos vai chamar-se Nintendo Labo é direcionada para famílias e crianças, trazendo novas formas de jogar. Este acessório de cartão, que se liga ao ecrã e aos comandos Joy Con, pode ser moldado para criar, por exemplo, um piano reproduzível, um carro comandado remotamente, uma cana de pesca ou uma casa. Este produto vai estar disponível em Portugal a partir de 27 de abril e ajudará os utilizadores a darem azo à sua criatividade. As crianças podem mesmo pintar as placas de cartão, colocar adesivos e fitas coloridas.

Serão 2 os kits disponíveis: Kit Sortido e Kit Robô. Com o primeiro poderão ser criados um carro telecomandado, uma cana de pesca, uma casa, uma mota e um piano. Este último, a titulo de exemplo, usa os infravermelhos dos Joy Con para detetar a tecla de cartão pressionada e depois tocar um som através da consola, ou seja, o tablet onde está inserido o ecrã da Nintendo Switch. O segundo kit permite criar um fato de robô e assumir o controlo do mesmo, que será apresentado na TV quando a consola estiver colocada na base, permitindo um rol de experiências diferentes em jogo.

Embora ainda não existam preços previstos para Portugal, nos EUA o Kit Sortido deverá custar 70 dólares e o Kit Robô deverá estar disponível por cerca de 80 dólares.

  


PITTA

  

Este é um projeto que arrancou no Kickstarter à procura de financiamento e que já angariou um valor (mais de 550 mil dólares) 11 vezes superior ao pretendido inicialmente. Trata-se de um drone, mais ou menos do tamanho de uma bola de ténis, que também é uma câmara de ação. O PITTA é um dispositivo cheio de recursos, já que tem uma câmara modular que se pode transformar em drone, câmara de ação e até de vigilância. No fundo, alia os recursos de uma GoPro com os de uma câmara aérea, sendo capaz de fotografar com resolução máxima de 13 megapixels e gravar em 4K a partir de um controlador. O design é simples e permite alternar entre os modos de uso com facilidade.

O seu preço ronda os 289 dólares (não inclui portes de envio) e, de acordo com os criadores, as entregas do aparelho deverão começar em abril. O aparelho traz ainda conetividade wi-fi, o que permite monitorizar as imagens em tempo real através da internet e um suporte de instalação em diferentes locais, como uma bicicleta ou uma parede.

Para transformar a câmara em drone, basta trocar a base por um módulo equipado com os motores. O PITTA possui função “voltar a casa”, pousando sozinho, mas também pode orbitar em redor do controlador, seguir o utilizador e gravar imagens em 360 graus. Existe assim um mundo de possibilidades para fotos e vídeos bem criativos, assim como para tirar inovadoras selfies. Com uma autonomia de 15 minutos de voo (a mesma capacidade de drones maiores), o PITTA pode ser controlado através de uma aplicação para telemóvel ou por instruções que podem ser configuradas no aparelho.

  


Travelmate

  

Uma mala de viagens capaz de seguir o dono de forma autónoma. Esta foi a ideia que a Travelmate Robotics apresentou no mês passado em Las Vegas, nos EUA, durante a maior feira de tecnologia do mundo, a CES 2018. Esta mala é o sonho transformado em realidade para muitos viajantes, uma vez que pode ser controlada pelo seu dono através de um smartphone sendo capaz de acompanhá-lo a uma velocidade de até 11 quilómetros por hora, para onde quer que ele vá.

A mala é conetada ao telemóvel com uma app e tem sensores que reconhecem obstáculos no caminho. A Travelmate tem rodas omni que se deslocam na vertical e horizontal, um sistema de fecho que é ativado pela impressão digital do dono, ligação USB para carregar dispositivos móveis, uma balança para pesar a bagagem antes do voo e um GPS incorporado para ajudar o utilizador a encontrá-la em caso de perda.

Esta "mala robô” é ainda capaz de reconhecer gestos simples e atender a comandos de voz. E apesar de serem concebidas para viagens, estas malas autónomas também pode ser aplicadas a outros cenários, como no trabalho e na escola. Os preços variam de acordo com o tamanho, com as mais pequenas a custarem 1099 dólares, o modelo médio a ficar nos 1295 dólares e as malas grandes a custarem 1495 dólares.

  

Imagens © DR

0 Comentários

    Dê a sua cartada.

Deixe-nos o seu comentário

Faça login no topo da página para comentar.