Valete de Copas Mito: um prazer que se renova a cada visita - Valete de Copas
travel-one

Mito: um prazer que se renova a cada visita

A feliz possibilidade de degustar pratos de autor com conjugações e sabores originais e deliciosos.   

O espaço já nos era familiar de um anterior projeto. As memórias eram as melhores e as referências deste novo conceito em nada ficavam atrás. A imediata vontade de voltar à Rua José Falcão, no Porto, teve rápida resposta. Conheci o Mito ao jantar, pois era o único horário possível inicialmente. Assim que os almoços começaram, repetiu-se a visita. Várias visitas, aliás.

Do ambiente sobressai uma descontração boa. A decoração algo minimalista, original, despretenciosa, concentra-se essencialmente no impacto criado pelo bar ao fundo do espaço, no mobiliário sóbrio e nas iluminárias que decoram tecto e paredes. O atendimento sempre se mostrou devidamente atento, simpático e eficaz.

A ideia é sentirmo-nos em casa em confraternização com amigos à volta da mesa. E o que genuinamente sentimos passa muito por aí neste espaço que abriu portas há cerca de 6 meses. A grande vantagem é podermos provar petiscos que dificilmente em casa teríamos disponíveis. 

A carta é livre, no sentido de não se categorizar por entradas, pratos principais ou sobremesas, e rica em comida que mistura influências, elementos e sabores tão distintos, muitas vezes no mesmo prato. Sendo que os cocktails são também peça importante do conceito e, diga-se, maravilhosos que são.

Dos pratos estáveis na carta vieram para a mesa no jantar de estreia iguarias tão variadas como croquetes de boi velho, cogumelos shitake grelhados, salada de mexilhão fumado, tutano, cenoura assada ou asas de frango tandoori. Ainda pedimos o franganito assado que, igualmente, nos fez lamber os dedos.

A Ásia sobressai em algumas sugestões, mas no conjunto todos são diferentes, cada um estimulante à sua maneira, nenhum menos delicioso que outro. À exceção do tutano que não consegui apreciar. Destaco a cenoura que me apaixonou pela equilibrada relação dos elementos - hummus, gelado de cereja, feta e cominhos - à partida tão distintos, e que se complementam tão bem às vistas do meu palato.

Na segunda visita o bao de caranguejo de casca mole e os croquetes de peixe foram outras sugestões provadas e aprovadas.

Quando nos foi possível experimentar os menus de almoço o encantamento não esmoreceu. As hipóteses diárias recaem sobre 3 entradas, 3 pratos e 3 sobremesas. O valor base, que inclui entrada, prato e bebida é de 9.80€. Poderá aumentar um euro se pedirmos sobremesa. 

A maior dificuldade está mesmo na decisão. Todas as sugestões são diferentes e altamente apetitosas. Não é fácil encontrarmos língua, cordoniz, milhos ou shakshuka num banal almoço de semana.

A sorte que é poder ter acesso, por uma quantia tão razoável, a pratos de autor tão aliciantes e bem confeccionados, reforça o sentido do grande privilégio que o Porto nos vai dando ultimamente. 

As sobremesas da lista tiveram o privilégio de serem todas testadas. Nem todas, porém, conseguiram deslumbrar como a Rabanada de Matcha com Gelado de Bacon. Sim, esta aparentemente improvável conjugação é perfeita e faz desta rabanada uma das favoritas do momento no Porto, numa altura em que este doce típico está a renascer e reinventar-se um pouco por todo o lado.

Foi unânime: a pavlova era leve e interessante, o cheesecake razoável, o souflé de chocolate curioso, mas a única que deixou vontade de repetir numa nova visita foi mesmo a rabanada.  

O Mito assume-se como um dos meus restaurantes favoritos do momento, que recomendo sem reservas. Não só se destaca pela diferença da excelente comida que apresenta, como a relação preço-qualidade é das melhores. 

Poder usufruir deste tipo de pratos tão qualificados, seja da lista ou nos menus de almoço, onde a mescla de sabores e referencias funciona tão bem, a valores tão em conta, é motivo de enorme satisfação por aqui. 

Voltamos ao Mito sempre com enorme vontade, curiosidade e prazer. E sempre que saímos vem connosco e desejo de regressar.

As fotos não mentem e limitam-se a refletir almoços felizes. Infelizmente a luz do jantar não permitiu captar imagens à altura dos pratos, mas, espero sinceramente, que não esperem muito e visitem o espaço para os conhecer ao vivo e a cores num descontraído jantar.

Ás: A comida, o espaço e o atendimento.

Duque: As sobremesas.


Mais informações:
MITO
Rua José Falcão, 183
4050-317 Porto
Contacto: 917 509 955
Página do Facebook: Mito

Susana Ferreira

Coração de foodie alimentado por uma imensa curiosidade. O meu! Não consigo ver no ato de comer a satisfação de uma mera necessidade fisiológica, mas antes um dos mais essenciais momentos de felicidade. Detesto comer mal mas não sou esquisita, e perco-me por comida autêntica e bonita, que prefiro cozinhar para os outros. Dos lugares, volto sempre aos que me surpreendem e alimentam também a alma. Dos momentos, desfolhar um livro de comida, conhecer um ingrediente novo ou encantar-me por sabores de outras paragens, é quanto basta para serem felizes. Cozinhar, Comer, Viajar, Aprender e Partilhar são os verbos que me preenchem. Assim como Barcelona, queijos, fruta, alta pastelaria, bom sushi e genuínos sabores italianos.

0 Comentários

    Dê a sua cartada.

Deixe-nos o seu comentário

Faça login no topo da página para comentar.