Valete de Copas Ovos: de inimigos a aliados na alimentação - Valete de Copas
travel-one

Ovos: de inimigos a aliados na alimentação

Excelente fonte de proteína apresenta 13 nutrientes essenciais. E o seu consumo tem vários benefícios.

Não vou falar de quem nasceu primeiro, se o ovo ou a galinha, mas sobre um dos alimentos, culturalmente, mais controversos. Sendo maltratado durante vários anos, surge recentemente como um dos alimentos mais interessantes. O ovo é uma fonte de proteína elogiada pelos médicos e nutricionistas e bastante apreciada pelos desportistas. No entanto, ainda se ouve muitas pessoas dizer que é preciso ter cuidado com o ovo, que aumenta o colesterol e induz problemas hepáticos. Analisemos então a questão.

O ovo é nutricionalmente rico, apresentando 13 nutrientes essenciais, sendo uma excelente fonte de proteína de alto valor biológico e, aproximadamente, 70 calorias. Ao contrário do que se diz, alguns estudos apontam o ovo como aliado nas dietas de perda de peso, desde que confecionados sem gordura, oferendo sensação de saciedade.

De forma a cumprir os seus propósitos nutricionais o ovo tem que ser encarado como um todo: clara e gema complementam-se. A clara é constituída, maioritariamente, por água (88%) e proteína (9%), mas a maior parte das vitaminas está presente na gema, assim como proteína (16%) e gordura insaturada (31%).

É assim seguro, para pessoas saudáveis, a ingestão até dois ovos por dia, desde que integrando uma dieta completa, podendo substituir as carnes vermelhas. O mito de elevação do colesterol persiste, mas sendo esta elevação multifatorial (genética, obesidade, tabagismo, sedentarismo, dieta pobre em fibras e rica em gorduras saturadas), quando o ovo é consumido com frutas e hortícolas, existe uma redução da absorção intestinal de colesterol. Aliás, estudos recentes abordam a sua capacidade de prevenir doenças cardiovasculares, devido às suas propriedades antioxidantes.

Para os desportistas, os ovos são extremamente interessantes, pois fornecem proteína de alto valor biológico assim como magnésio e colina (percursos da acetilcolina, que tem influência na memória, aprendizagem e concentração), são de fácil digestão e baratos.

Do mesmo modo, o ovo tem outros benefícios, para além dos expostos acima como a prevenção de problemas de visão (a presença de zeaxantina e luteína ajudam a prevenir a degeneração macular) e na captação de cálcio nos ossos (riqueza em vitamina D).

A escolha agora é sua: escalfados, cozidos, mexidos?

Nota: como todos os conselhos de saúde aqui fornecidos, estes são genéricos. Consulte, sempre, o profissional de saúde mais indicado para responder às suas questões.

Abílio Cardoso Teixeira

Marido. Pai. Amigo. (Também) profissional de saúde e corredor amador. Curioso. Máxima profissional: tudo tem uma explicação. Máxima de vida: tudo tem uma explicação!

0 Comentários

    Dê a sua cartada.

Deixe-nos o seu comentário

Faça login no topo da página para comentar.