Valete de Copas Pedro Limão (Porto): inovação e qualidade - Valete de Copas
travel-one

Pedro Limão (Porto): inovação e qualidade

Deixe-se surpreender por uma cozinha de autor, altamente criativa, num ambiente bom e descontraído.

Depois de ler, entre conversas cruzadas nas redes sociais, sobre um chef que havia regressado ao Porto e cujo trabalho valia a pena conhecer, cruzei-me com um artigo de revista sobre o mesmo. O nome era engraçado e ficava no ouvido. Depois destas pressões externas que já me espicaçavam a vontade por demais, não havia porque adiar uma visita ao Pedro Limão.

Ali no Bonfim, na zona adjacente ao Jardim de São Lázaro, este pequeno espaço insere-se num dos edifícios antigos da Rua Morgado Mateus, 49, e está aberto há cerca de dois meses. Desenvolvendo uma cozinha de autor em ambiente descontraído e informal, numa simples e clara relação de maior proximidade com o cliente, a igualmente simplificada linguagem do menu não faz prever a irreverência e criatividade das propostas. 

O espaço não é grande, mas antes dimensionalmente adequado ao seu conceito. Com um balcão a envolver uma pequena cozinha aberta, as mesas distribuem-se em redor e as paredes recebem cores neutras e sóbrias, garantindo, no entanto, o intimismo e conforto necessários ao apetecer estar. E como apetece ao som de uma óptima banda sonora.

Ainda que o seu público-alvo seja o do jantar, onde oferecem um vasto menu de degustação composto por vários momentos da entrada à sobremesa, ao almoço tem a simpatia e cuidado de brindar quem os procura para uma refeição menos demorada e (eventualmente) mais frugal, com uma mini menu degustação de 3 momentos salgados e uma sobremesa, pela módica quantia (e não estou a ser minimamente irónica, face ao bom que oferecem é realmente módica) de 9,00€.

Pois conheci o espaço ao almoço, e ainda que as quantidades sejam reduzidas considero um valor justo para a qualidade que apresentam. Mostrando-se injusto apenas porque apetece comer muito mais de tão envolvente que é.

Após um couvert com pão biológico artesanal, o nosso bom azeite e uma espécie de manteiga fresca deliciosa, do prato fizeram parte uma salada de bacalhau, apresentada em forma de colher, umas migas de cogumelos com ovo a baixa temperatura e um borrego com puré de batata.

A salada, bem fresca e com a cebola cozinhada no ponto, trazia com ela todos os sabores que lhe devem pertencer. As migas de cogumelos, que surpreenderam por virem enformadas em sêmola de milho estavam ligeiras e com sabores simples que ligam na perfeição com o delicioso ovo. A carne, tenra e suculenta, surgiu montada num puré que arrebatou pela genuinidade. Era um daqueles à séria, que me tira do sério.

Para finalizar, a sobremesa surge em forma de petit four acompanhada por uma chávena de café de saco, que me remeteu automaticamente para casa da minha avó. Aquele pequeno copo albergava um pedacinho de terrina de queijo de cabra acompanhada por chantili de framboesa e de manjericão e pétala de flor. E só conseguiu pecar num único ponto: ser tão pouco.

Nota de destaque ao atendimento sempre muito simpático e altamente cuidado na explicação dos pratos.

E desta experiência o que ficou? Ora, o que ficou foi mesmo uma enorme vontade de voltar, desta vez ao jantar, para sorver muito mais do que este Limão tem para oferecer. O que, claramente, é imenso.

Ás: Conceito, inovação e qualidade dos pratos. 

Duque: Quantidade do menu degustação de almoço. Ficamos a chorar por mais!


Mais informações:
Restaurante Pedro Limão
Rua Morgado Mateus, 49
4000-334 Porto
Telefone: 96 645 45 99
Email: opedrolimao@gmail.com
Página Facebook: Restaurante Pedro Limão

Susana Ferreira

Coração de foodie alimentado por uma imensa curiosidade. O meu! Não consigo ver no ato de comer a satisfação de uma mera necessidade fisiológica, mas antes um dos mais essenciais momentos de felicidade. Detesto comer mal mas não sou esquisita, e perco-me por comida autêntica e bonita, que prefiro cozinhar para os outros. Dos lugares, volto sempre aos que me surpreendem e alimentam também a alma. Dos momentos, desfolhar um livro de comida, conhecer um ingrediente novo ou encantar-me por sabores de outras paragens, é quanto basta para serem felizes. Cozinhar, Comer, Viajar, Aprender e Partilhar são os verbos que me preenchem. Assim como Barcelona, queijos, fruta, alta pastelaria, bom sushi e genuínos sabores italianos.

0 Comentários

    Dê a sua cartada.

Deixe-nos o seu comentário

Faça login no topo da página para comentar.