Valete de Copas Tesla, o fruto proibido cada vez mais apetecido - Valete de Copas
travel-one

Tesla, o fruto proibido cada vez mais apetecido

Para os amantes de tecnologia e amigos do ambiente, eis que surge a era dos híbridos e dos carros elétricos.

Desenganem-se aqueles que ainda acreditam que não passa de uma moda passageira, países como a Alemanha e França fazem intenções de proibir carros ou pelo menos reduzir a circulação de veículos a gasolina e a gasóleo. No paradigma nacional, os veículos híbridos já não são edições limitadas que dificilmente são avistadas, já nos acostumamos a viver com eles… mas quando a conversa se inclina para os carros elétricos, o cenário muda de figura. Apesar dos inúmeros modelos lançados no mercado, ainda paramos para olhar fixamente quando os vemos passar. Isto se tivermos com sorte, porque por norma, nem os ouvimos chegar...

Apesar disto, há um fenómeno que está sempre presente na mente de cada condutor quando falamos nestes carros, a marca Tesla. A Tesla é como aquele filme que secretamente vemos, mas não dizemos a ninguém. Por um lado, não queremos negar-nos ao desejo insaciável de um dia virmos a ter aquele super carro potentíssimo, capaz de acordar toda a vizinhança mas, na verdade, aquele carrinho elétrico e tão silencioso, é o nosso verdadeiro fetiche.

O crescimento de marca deve-se, principalmente, ao seu carismático líder Elon Musk. São muitos os projetos que iniciou com o objetivo de mudar o mundo tal como o conhecemos. Com a empresa Space X, foi o primeiro a vender uma viagem comercial até ao espaço e com a The Boring Company propõe construir túneis em Los Angeles para resolver os problemas de trânsito intenso que se fazem sentir atualmente. As ideias são muitas, variadas e à primeira vista irrealistas ou até loucas mas, “nunca digas nunca”.

A visão de Musk faz parte da Tesla e, talvez por isso, continua a ser referência a seguir quando falamos em veículos elétricos.

O Carro

O topo de gama da Tesla é um regalo à vista. O design é atraente, a tecnologia é de ponta e os interiores fazem-nos viajar para o futuro. Aparentemente, e apesar de não se assemelhar a um Ferrari ou a um Porsche, este “pequeno” carro atinge os 100 km/h em apenas 2,7 segundos. Dá que pensar não dá?

E se formos ver a lista imensa de extras e tecnologias, este brinquedo torna-se um autêntico "must-have":

  • Sistema de Navegação;
  • GPS;
  • Sensores de Estacionamento;
  • Câmara Traseira;
  • Informações de trânsito em tempo real;
  • Travagem automática;
  • Piloto Automático;
  • E mais umas quantas…

É caso para dizer, só não tira cafés!

O Futuro

O quadro é bonito, mas está longe de ser perfeito. Em Portugal, muito se fala em incentivos à compra de veículos elétricos mas a verdade é que não estão reunidas as condições necessárias para a sua circulação. Estando consciente das limitações das baterias, os postos de carregamento teriam de existir em número muito superior (na minha opinião).

Em Portugal Continental e nas Ilhas, a rede Mobi.e, apoiada pelo Estado Português, afirma ter à disposição dos condutores mais de 1.250 postos de carregamento. Até este ano eram de utilização gratuita mas com a transferência deste serviço para empresas de venda de eletricidade, os carregamentos passarão a ser pagos.

Outro fator é o preço. Nenhum dos carros da Tesla disponíveis no mercado se poderá considerar “barato” quando comparado com os demais. O Model S é o exemplo perfeito. O preço base é de 82.450€ e a bateria tem uma autonomia de 490 km. Se quisermos o pacote completo teremos de abrir os cordões à bolsa e poupar em jantares (e muito…) porque o valor já aumenta para 171.050€.

Nos últimos meses, a Tesla apostou num modelo para atrair as massas, o Model 3. O novo veículo terá um preço base a rondar os 35.000€ que, mesmo mais barato, não o torna completamente acessível ao público em geral. Com uma autonomia de 345 km por carregamento atinge os 100 km/h em cerca de 6 segundos.

O ponto negativo? Os condutores que desejarem adquirir um Model 3 terão de fazer um pagamento de 1.000€ como reserva e esperar entre 15 a 18 meses para o receber.

A Tesla posiciona-se como uma marca disruptiva, que vai quebrando as tradicionais práticas dos mercados, mas que, pouco a pouco, vai crescendo em notoriedade e em seguidores. No final das contas, o maior investimento e preocupação com a sustentabilidade do nosso planeta vem reforçar a adoção destas alternativas. Os carros elétricos, assim como os híbridos, são alternativas que têm vindo a ganhar espaço no nosso mercado e que vemos nas nossas estradas com maior regularidade, no entanto, acredito que as infraestruturas atualmente disponíveis não estão preparadas ou são seriamente insuficientes para passarmos a ser assim tão mais amigos do ambiente...

Imagens © DR

David Miranda

Pai, Marido, Amigo, Profissional. Por esta mesma ordem! Pensador e empreendedor por natureza, tem uma sede insaciável por construir e ver crescer tudo o que possa "simplesmente" ser inovador. Formado em Arquitetura, profissional na área do Marketing Digital e amante incondicional do desporto rei, é no seu blog Duas para Um que consegue exprimir e partilhar com o mundo tudo o que lhe vai na alma, principalmente todo o amor que tem para dar a quem considera ser o seu pilar, a sua família. Um clássico Homem dos 7 ofícios, que a única coisa que teme, é parar...

0 Comentários

    Dê a sua cartada.

Deixe-nos o seu comentário

Faça login no topo da página para comentar.